Encontrada cura para diabetes e testes em humanos começarão em breve

A soma de todas as afeições

Diretamente da Universidade de Alberta, Canadá, chegam belas notícias. Cientistas universitários confirmaram que conseguiram curar milhares de ratos com diabetes e agora aguardam investimentos em pesquisas para o início de testes em humanos. Milhões de vidas podem ser salvas!

O grupo de cientistas usou uma técnica que envolve o desenvolvimento de células-tronco em células pancreáticas, que podem produzir insulina naturalmente.

“Temos sido capazes de tratar incontáveis ​​milhares de camundongos com essas células-tronco e curar efetivamente camundongos com diabetes ao longo de muitos anos”, disse o pioneiro dessa descoberta incrível, Dr. James Shapiro, em uma entrevista ao CTV.

“Trabalhamos com uma empresa chamada ViaCyte em San Diego nos últimos 19 anos e essa empresa tem uma célula que é derivada de uma célula-tronco embrionária humana que produz insulina humana de forma regulada e perfeita”, explicou.

Os estudos acontecem desde a década de 1990 e os resultados da pesquisa já foram publicados no The New England Journal of Medicine em 2000, quando a técnica passou a ser conhecida como “protocolo de Edmonton”.

A diferença entre os resultados daquela época e agora é que no novo processo o envolvimento das células-tronco se desenvolve junto às células do próprio paciente, impossibilitando a rejeição ao tratamento.

Outra característica incrível é que a Universidade de Alberta prevê que o rosto será aplicado em apenas uma injeção.

A equipe espera obter recursos financeiros o quanto antes para a continuidade dos textos e, consequentemente, a aprovação das autoridades sanitárias.

Para arrecadar fundos, um grupo de voluntários criou uma campanha online chamada “22 por 22”. Eles esperam arrecadar cerca de US $ 22 milhões até 2022 para que os testes possam começar o mais rápido possível. 

“São necessários dados preliminares e, idealmente, um punhado de pacientes que demonstrem ao mundo que isso é possível e que é seguro e eficaz”, concluiu o Dr. Shapiro.

Com informações da  NationalPost  ,  CTVNews  e  GNN
Foto: Claire Theobald / Edmonton Sun

Loading...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *